Ouça agora na Rádio

N Notícia

Jon Jones deseja encerrar rivalidade com Cormier e admite: 'Foi difícil vê-lo chorar'

FOTO: © Reprodução/UFC

Jon Jones deseja encerrar rivalidade com Cormier e admite: 'Foi difícil vê-lo chorar'

'Bones' cita exemplo de Tyson e Holyfield e exalta conduta do rival

Novamente campeão dos meio-pesados do Ultimate Fighting Championship, Jon Jones revelou a vontade de encerrar a rivalidade com Daniel Cormier. Após fase conturbada na carreira e suspensão por doping, ‘Bones’ recuperou o cinturão ao nocautear o desafeto, em revanche no UFC 214, no mês passado. O norte-americano usa o exemplo de Mike Tyson e Evander Holyfield para selar a paz definitivamente com ‘DC’. Todas as informações são do site SUPER SPORTES, acesse! 

Gostaria de estar bem com ele. Por ser um jovem homem negro, não existem tantos homens negros no esporte, e é triste quando nós estamos na garganta um do outro. Nós deveríamos estar unidos e torcendo um pelo outro, nos apoiando e nos erguendo. Eu gostaria de fazer eventos de caridade e entrevistas juntos para falar sobre isso. Do mesmo jeito que Mike Tyson e Holyfield, que se juntaram anos depois e falaram das lutas que eles tiveram, eu adoraria fazer algo assim com Daniel Cormier. Acredito que as pessoas gostariam de nos ver consertando as coisas”, declarou Jones, em entrevista ao programa Sway In The Morning

Derrotado por Jon Jones pela segunda vez, Daniel Cormier ficou descontrolado, chorou bastante e tentou deixar o octógono antes do anúncio oficial do vencedor. Surpreendentemente, ‘DC’ escutou palavras de consolo e o reconhecimento do oponente. ‘Bones’ comentou a situação e admitiu que se comoveu ao ver Cormier aos prantos. 

“Foi difícil vê-lo chorar. Ele é um bom embaixador para o nosso esporte. Em esportes individuais, como MMA e boxe, quando você vê um homem adulto chorar é porque o seu sucesso está todo nos seus próprios ombros. Em um time de basquete ou futebol, você pode culpar outros caras e dizer: ‘eu dei tudo de mim, mas meu time estava mal’. Mas, no MMA, é só você. Por isso é algo muito pessoal quando você é derrotado. O jeito que ele se apega a esse esporte é muito bonito e demonstra o quanto isso significa para ele”, elogiou.

FONTE: SUPER SPORTES
Link Notícia

Peça sua Música

Previsão do Tempo