Ouça agora na Rádio

N Notícia

LAVA JATO: Cunha está aumentando anexos de delação, dizem fontes ligadas a ele

FOTO: © Wilson Dias/Agência Brasil

LAVA JATO: Cunha está aumentando anexos de delação, dizem fontes ligadas a ele

Ex-deputado descreverá, em seu depoimento, o envolvimento da JBS com políticos

Em meio à chance de uma possível segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, de autoria da Procuradoria-Geral da República (PGR), dessa vez por obstrução da Justiça, fontes ligadas ao ex-deputado Eduardo Cunha afirmam que ele está aumentando os anexos de sua proposta de delação premiada. As informações são do site NOTÍCIAS AO MINUTO, acesse! 

 

Há a expectativa de que os relatos de Cunha compliquem ainda mais a vida de Temer. O doleiro Lúcio Funaro, que atuava como operador financeiro do ex-deputado, também estaria negociando delação. Ambos estão presos, desde o ano passado, alvos da operação Lava Jato.

Segundo informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, Eduardo Cunha descreverá, em seu depoimento, o envolvimento da JBS com políticos.

Desde que a delação da empresa dos irmãos Batista veio à tona, o ex-deputado tem acusado Joesley de omitir crimes. Inclusive, chegou a escrever uma carta de próprio punho e divulgá-la, acusando o empresário de mentir para a Justiça e chamando-o de “perigoso marginal”.

O ex-deputado quer incendiar o debate sobre os benefícios dados ao empresário. Cunha diz que vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o acordo de delação de Joesley junto ao Judiciário seja anulado. "Espero que o STF reveja esse absurdo e bilionário acordo desse delinquente", escreveu o ex-deputado, no mês de junho.

FONTE: NOTÍCIAS AO MINUTO
Link Notícia

Peça sua Música

Previsão do Tempo