Ouça agora na Rádio

N Notícia

Divulgação / Flickr / RJAY4359

FOTO: Divulgação / Flickr / RJAY4359

Diplomação de Bolsonaro é marcada para 10 de dezembro

A diplomação do presidente eleito Jair Bolsonaro deverá ser realizada no dia 10 de dezembro, às 11h, nove dias antes do prazo final definido no calendário eleitoral, informou Agência Brasil.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

A diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi de fato eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. Durante o ato, ocorre a entrega dos diplomas, que são assinados, conforme o caso, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ou da junta eleitoral.

A entrega dos diplomas ocorre depois de terminado o pleito, apurados os votos e passados os prazos de questionamento e de processamento do resultado das eleições. No caso de eleições presidenciais, é o TSE que faz a diplomação.

Na manhã desta última quarta-feira, a presidência do TSE entrou em contato com o ministro extraordinário Onyx Lorenzoni para discutir a realização da solenidade antes de 19 de dezembro, conforme previsto anteriormente. Esta é a data limite para o ato.

TSE sugeriu que a campanha de Bolsonaro antecipasse sua prestação de contas final, cujo prazo limite para entrega é 17 de novembro. Desse modo, a corte tem como adiantar também o julgamento das contas, que deve ser feito antes da diplomação.

A antecipação da diplomação foi feita de comum acordo tendo em vista que Bolsonaro deve ser submetido a uma cirurgia em 12 de dezembro, para a retirada da bolsa de colostomia que vem sendo utilizada por ele desde que levou uma facada, em 6 de setembro.

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia