Ouça agora na Rádio

N Notícia

CC0 / Pixabay

FOTO: CC0 / Pixabay

Rublo respaldado por ouro poderia mudar regras do sistema financeiro atual, diz analista

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

Enquanto os EUA continuam adotando novas sanções contra a Rússia, Moscou combate contra a hegemonia do dólar e aumenta suas reservas de ouro, que quadruplicaram desde 2008 e atingiram 2.000 toneladas. O analista Thorsten Polleit explica como essas ações podem mudar o sistema financeiro existente.

"Possuir ouro é, sem dúvida, um caminho inteligente" para um país que quer reduzir sua dependência da moeda norte-americana, afirmou à Sputnik Internacional Thorsten Polleit, professor honorário da Universidade de Bayreuth e cofundador de um fundo de investimento alternativo.

Entretanto, Polleit indicou que, na situação atual, ele não acha que "qualquer papel-moeda não lastreado" possa representar um desafio para o dólar no curto prazo. "O sistema financeiro global é de fato dolarizado, ainda há uma grande demanda pelo dólar, motivada pelo financiamento e transações", acrescentou ele. 

Segundo declarações de James Rickards, ex-assessor da CIA e analista de risco norte-americano, ao diário alemão Die Welt, o governo russo está buscando "um plano estratégico" para proteger o país das "sanções em dólares", acumulando reservas de ouro.

Os dados publicados em junho pelo Banco Central da Rússia mostram que as reservas de ouro subiram para quase 2.000 toneladas e constituem mais de 17% das reservas internacionais (ouro e divisas). Moscou adicionou 106 toneladas de ouro a seu estoque nos primeiros seis meses de 2018. A Rússia também se livrou de grande parte de seus títulos do Tesouro dos EUA recentemente. 

 

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia