Ouça agora na Rádio

N Notícia

© Sputnik / Yuri Strelets

FOTO: © Sputnik / Yuri Strelets

NASA certifica motor russo de foguete RD-180 para suas missões tripuladas

A NASA e a Força Aérea dos EUA concederam certificação aos propulsores russos RD-180 para usá-los no foguete Atlas V, disse Igor Arbuzov, diretor-geral da fabricante de motores Energomash.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

"Atualmente, o RD-180 possui o documento que certifica que ele cumpre com os requisitos exigidos pela NASA para voos espaciais tripulados", disse o diretor à Sputnik.

Até hoje, astronautas americanos viajam para a Estação Espacial Internacional (ISS) em foguetes russos Soyuz.

Várias empresas norte-americanas estão desenvolvendo espaçonaves para missões tripuladas.

Arbuzov disse que uma comissão formada por especialistas da NASA e da Força Aérea dos Estados Unidos visitou em 2017 as instalações da Energomash para verificar os processos tecnológicos e a gestão de qualidade.

"Eles concluíram que nosso sistema atende aos padrões para a realização de missões tripuladas", afirmou.

O primeiro voo do foguete americano Atlas V com a nave tripulada Starliner está programado para fevereiro de 2019. Já o lançamento de teste não tripulado está programado para novembro deste ano.

Em 1997, os governos dos Estados Unidos e da Rússia assinaram um acordo de quase um bilhão de dólares para a entrega de 101 motores RD-180.

Dois anos atrás, o Congresso dos Estados Unidos impediu que a NASA usasse motores russos depois de 2019, mas revogou a proibição, esclarecendo que os Estados Unidos não terão seus próprios motores nos próximos três anos.

Imediatamente, o Pentágono pediu para que a ULA comprasse outros 20 propulsores RD-180 da Energomash.

O veículo tripulado Starliner está sendo desenvolvido pela empresa Boeing.

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia